14 de dezembro de 2009

A Catedral de Milão


Parece que, em Itália, um atrasado mental bateu num retardado mental (ou na gíria popular, partiu-lhe a boca toda... o que literalmente é verdade, ou pelo menos parte da mesma).
...
O mais engraçado é que a agressão/favor (ndr: riscar o que não vos interessa) foi feita com uma réplica da Catedral de Milão... Poderia dissertar aqui que, sendo Milão a capital financeira de Itália, isto poderia ser uma metáfora do poder financeiro que não beneficia do egocentrismo de Benito, perdão, Silvio Berlusconi para crescer à base de negócios mais que estranhos.
...
Mas não!! O interessante é ver que afinal estas réplicas, típicos souvenires, afinal servem para muito mais que simples bibelots carregados de pó em estantes da sala. Quando se lembrarem disto em Portugal é que vai ser!!! A Torre de Belém também deve doer bastante com aquelas torres todas... e o galo de Barcelos?... agora o que eu teria mesmo medo era de apanhar com um boneco das Caldas!! Mas isso sou eu, que gosto pouco de mariquices...
...
PS: o médico de Il Duce, perdão, de Silvio Berlusconi já afirmou que as sequelas deste acto tresloucado/maravilhoso (ndr: riscar o que não vos interessa) vão obrigar o ditador, perdão, o Primeiro Ministro italiano a fazer uma lipoaspiração, um adelgaçamento das nádegas, um implante capilar, um peeling e uma noite tórrida com pré-adultas. Os dentes já eram todos de porcelana, por isso não há problema... Já o cérebro parece que fica para outra altura (até hoje também não precisou dele...)

5 comentários:

Angelo disse...

Lindo! O teu texto. E o resultado do arremesso da coisa. E eu nem sou dado a violências...

Heidi disse...

visto assim pela foto, ate nem dá mt pena. Os forcados costumam ficar assim, assustamo-nos e afinal é o sangue do toiro...

Heidi disse...

...acrescento ainda, no caso dos forcados tenho pena é do toiro...

Kikas disse...

Ahahahahahahahah
Parti-me a ri! Muito bom!!!

Isa disse...

Adorei!!! Mais um para recordar :)