19 de dezembro de 2013

Boas Festas

Um tipo mete lá quase todo o dinheiro que tem (excepto os trocos que leva no bolso)... ele é contas à ordem, contas a prazo, contas habitação, PPR's, carteira de títulos, netbanking, cartões de débito, cartões de crédito, domiciliação de vencimento, um rim e duas chouriças e os gajos devolvem-nos um singelo:


"(...) e um bom ano novo"


Bom??!! Só bom ??!! Custava muito escrever excelente???!!


Só faltava colocar em letras pequeninas:

"O custo deste email representa 0.60 € que serão debitados na sua conta adicionalmente ao custo de manutenção da mesma"

17 de dezembro de 2013

Ferrero

Mais um ano em que à pergunta "Ambrósio, apetecia-me algo", o motorista responde à madame que já tinha tomado a liberdade de pensar nisso e lhe oferece chocolates.

Ambrósio, ouve-me com atenção!! A madame tem o marido sempre em viagens de negócios. O banco de trás do Rolls é estupidamente grande (quase maior que o T0 onde vives!!). Tu achas sinceramente que a senhora está a pensar em chocolates?!?!!

20 de novembro de 2013

Comments


Mais um comentário de escuteiros a post's bem antigos.
 
Lendo isto a única coisa que posso dizer a este simpático escuteiro é que pelo menos sei que não perdi aulas de português.

Anónimo deixou um novo comentário na sua mensagem "Para que servem afinal os escuteiros??":

Os escuteiros são só a melhor coisa da minha vida.
Tu não sabes o que perdes-te.

28 de outubro de 2013

4 de outubro de 2013

Aníbal

Há um livro de Rui Zink - Anibaleitor - em que, salvo erro, existe um personagem muito peculiar: um gorila que vive encerrado numa gruta a ler.

 

O nosso Aníbal também passa a vida na sua gruta - o Palácio de Belém - fazendo o que só ele saberá, vivendo completamente arredado da civilização nacional ou do dia-a-dia que se vive na Nação que comanda.

 

Mas depois, curiosamente quando vai ao estrangeiro, resolve falar de tudo o que se relaciona com o seu país (como se passar a fronteira lhe trouxesse uma capacidade impressionante para pensar e dizer coisas que não se atreve a dizer em território nacional).

 

Aníbal, o presidente, é um caso sui generis. Um presidente a título gracioso, na medida em que abdicou do salário das suas funções em prol da sua pensão. Um presidente que tem um problema congénito em falar com e para o país. E que sempre que o faz consegue, de uma maneira bastante difusa, encher-nos de dúvidas.

 

Cavaco poderia ser o Anibaleitor do mundo real, a viver na sua gruta isolado daqueles que governa. Mas obviamente sem a parte da leitura... e isso, provavelmente é que fará a diferença... e que nos fará pensar que, às vezes, preferiríamos ter um gorila a ocupar aquele lugar institucional...

30 de setembro de 2013

Autárquicas - Oeiras

Sempre vivi em Oeiras, assim sendo é natural que seja um concelho que me diga algo.
 
Oeiras é considerado, segundo os dados estatísticos, um dos concelhos onde o poder de compra é maior e onde os níveis de alfabetização (e percentagem de licenciados) são dos maiores do nosso país.
 
Mas é também a prova de que esse suposto nível educacional superior (que porventura, por via de um maior contacto com o conhecimento, pudesse garantir maior clarividência política) afinal não significa nada.
 
Quando me perguntam se prefiro um autarca que rouba e deixa obra feita ou um que rouba mas não faz nada, a minha resposta é, invariavelmente, nenhum dos dois!! E esta é uma das fronteiras que separa a honestidade de tudo o resto. A partir do momento em que roubam, corrompem ou aldrabem deixa de fazer muito sentido tudo o resto.

Na vida existe sempre a opção de não querer escolher nenhuma das opções (preferes um assaltante que te assalte o carro partindo o vidro ou um que te abra a porta do carro sem deixar mossa? Pessoalmente não quero nenhum!! E acho muito estranho que existam pessoas que achem que escolher alguma das opções possa ter alguma lógica).
 
Agora, é lógico que olhando para os cartazes do movimento, eles eram bem claros:

- Continuar a Fazer (aqui realmente há uma honestidade suprema);
- Isaltino Oeiras Mais à Frente (porque Oeiras na realidade passou a ser governada mais à frente, a partir do concelho de Sintra, na Carregueira):
 
É lógico que isto também é culpa da oposição: é muito difícil confiar em salta-pocinhas (como diria Jerónimo de Sousa) que um dia estão em Santarém e no outro dia já são oeirenses desde pequeninos, como aconteceu com Moita Flores, ou em candidatos tipo fantasma como são sempre os que o PS apresente para o município.
 
Oeiras vai ficar a perder duplamente: por um lado porque vai continuar com uma gestão tipo Sopranos e, por outro lado com o tempo livre que Moita Flores vai ter, vamos levar com mais não sei quantos episódios de adaptações televisivas de obras do Camilo Castelo Branco com a participação da Filomena Gonçalves. E entre os dois, nem sei o que irá doer mais...

26 de setembro de 2013

Listas

Num mundo tão carregado de listas para tudo e nada, aqui vai a minha pessoal referente a podcasts...

Leituras

Valter Hugo Mãe, conhecido escritor de obras como "O Filho de Mil Homens" (que até há pouco tempo pensei tratar-se de um escrito biográfico sobre a gravidez de Marta Leite Castro) parece que se apaixona facilmente...

Eu é que não era gajo para lhe pedir livros emprestados !!!!! Só de pensar que muitas das páginas não iria conseguir descolar...

PS: as minhas desculpas a quem considerar que a opinião é demasiado gráfica...

9 de setembro de 2013

Hotel Islamabad

Neste momento devo ser a única pessoa considerada caucasiana no hotel onde estou alojado (detesto o termo caucasiano para se aplicar a portugueses porque me faz sempre lembrar arménios e georgianos... mas latinos também não gosto porque nos confundem com mexicanos).

 

Adiante !!

De quando em vez o hotel fica controlado por paquistantes em, digo eu, trânsito entre as férias e os trabalhos nas plataformas petrolíferas.

 

A chegada de paquistaneses ao hotel determina logo duas coisas:

- barulho nos corredores;

- caos no restaurante;

Barulho nos corredores na medida em que os asiáticos (aqui também incluo os chineses que vão ao casino do hotel), tal como os angolanos, sofrem de um problema crónico de surdez que os faz falar aos gritos e com um timbre que fere o aparelho auditivo, pelo menos o meu. No caso dos angolanos, tal surdez deriva obviamente do kuduro ouvido em altos berros em todo o lado, no caso dos paquistaneses deve ter a ver com os atentados constantes existentes por aquelas paragens. Já em relação aos chineses, acredito que seja apenas para nos irritar (somos muitos e vamos derrubá-los pela irritação).

O caos no restaurante porque os paquistaneses têm uma tendência natural para acabar com a comida no buffet (vamos chamar buffet a uma opção de 2 pratos principais??!) dada a sua técnica de encher o prato, a qual se resume a ir preenchendo o prato com tudo o que encontram de um lado da mesa até ao outro (carne, peixe, legumes, batata frita, batata cozida, arroz, tomate, alface, cebola, ananas, papaia, carne, peixe, ...), entrando por vezes em looping e tentando fazer com que os seus pratos pareçam o K2 ou o Nanga Parbat.

Obviamente que a capacidade de reacção dos empregados do restaurante é pequena, resumindo-se a dois tipos: "há comida" / "já não há comida". Aquele pensamento do "isto daqui a bocado já não há, vou antecipar-me e começar a preparar mais para que não chegue a faltar" é um conceito digno do SyFi (claramente o canal de tv mais estranho da cabo).

(para aqueles que acham que este comentário é algo racista ou xenófobo é porque simplesmente não conhecem esta realidade - eu limito-me a relatar factos e a tentar ser engraçado)

O paquistanês tem uma vantagem para os empregados do hotel: normalmente para comer isto tudo basta-lhes uma colher e uma mão (que talher é este que aqui chamas mão? perguntam vocês - Para ficarem mais elucidados mão é aquilo que está na extremidade do vosso braço). Ontem vi um deles a comer o seu frango à mão, depois toca a ir ali buscar um bocado de arroz ao prato e agora vai esta fatia de ananás. Talheres gastos em todo este processo? Zero!

Quando vou a um restaurante chinês e peço talheres, as pessoas da mesa normalmente dizem "então estás num restaurante chinês e não comes com os pauzinhos?" - em primeiro lugar, a expressão "pauzinhos" é muito parva; em segundo lugar se os meus pais fizeram um esforço em me ensinar a arte da faca e do garfo foi por alguma razão (quando vão à casa de banho do restaurante chinês também se limpam como eles? e quando chegam a casa dizem ao Bobby para ir dormir no forno quentinho? Essa coisa do adaptarmo-nos às outras culturas é muito bonito mas é na terra deles).

 

(terra deles... mais uma expressão a roçar a xenofobia, dirão alguns - qualquer dia não podemos dizer nada)

 

Ah, é verdade !! Todos - TODOS !!! - os paquistaneses têm bigode !!! Eu quero acreditar que eles já nasçam com um garboso bigode !! E elas também acredito que tenham (é tirar-lhes as burkas e vão ver!)

(ai está mais xenofobia!! e discriminação de género !! deixem-me esclarecer um coisa: se eu escrevesse apenas só coisas certinhas e bem compostas, não tinha este blog! tinha era uma coluna no Expresso!!!)

22 de agosto de 2013

Juntos fazemos Lisboa

António Costa, no site da sua campanha, aposta num tipo de cartazes que eu nunca percebi muito bem qual a utilidade. Consiste em colocar pessoas, supostamente anónimas, como forma de nos sentirmos mais ligados à campanha.

Eu normalmente olho para os cartazes e questiono "Quem é que é esta gente?" - normalmente são figurante pagos que servem também para assistência aos programas do Goucha ou para entrar em anúncios do Pingo Doce com sardinhas e e fruta na mão.

O PS aposta essencialmente em 4 conjuntos de pessoas:

- a Juventude / Espírito Jovem (assente na imagem de uma rapariga com tatuagens - toda a gente tem tatuagens!!! é uma praga pior que o sushi!! -, um skater que pelo estilo parece tão radical como o António José Seguro e a rapariga que pode ser uma relações públicas, uma decoradora ou uma tia ou uma acompanhente de luxo;

- a Família Internacional, com a mescla de caucasianos e orientais (não faço ideia se são família do Costa);

- a Família Intergeracional - pai, filho e neta (para dar aquele ideia de que a cidade é aberta a todos e pode promover a união familiar);

- a Família Dita Tradicional - o pai funcionário bancário ou de seguros, a mãe professora ou dona de casa e o filho estudante universitário;

Ficou a faltar a família dos anúncios de seguradoras e bancos: o casal com 2 filhos e um cão.

Olhando para o panorama lisboeta, penso que ficou também a faltar o preto, o cigano, o homosexual e o fanã.. E falta claramente alguém de bigode!!!! (homem ou mulher)

Queremos Lisboa !!

O Bloco de Esquerda, para a candidatura a Lisboa, não quer sentir Lisboa nem entrar com os 2 pés.

Em primeiro lugar, eles querem Lisboa !! Assim mesmo, à bruta !! Com pontos de exclamação e tudo como quem diz na noite 'queremos alcool, queremos gaijas !!".

Finalmente o Bloco assume uma vontade de querer ser poder (já não era sem tempo).

O cartaz é típico do Bloco... bicolor para realçar ainda mais as palavras, preto e vermelho sangue ao velho estilo do Correio da Manhã e do saudoso 24 Horas, pontos de exclamação para mostrar vontade ou indignação.

Mas depois estraga tudo com a foto. Eu não sei o que vocês vêem, mas eu quando olho para aquilo vejo um padastro e a sua enteada que o visita de 15 em 15 dias. E não é isso que eu quero para Lisboa..

20 de agosto de 2013

Continuar a Fazer

A campanha em Oeiras acaba por ser sui generis já que o antigo presidente da câmara, neste momento preso, pode ser substituído por um antigo membro da Polícia Judiciária.

A prova de que a ironia é provalvemente a mais bela figura de estilo.

O movimento que pretende levar Paulo Vistas ao pedestal maior de Oeiras chama-se "Isaltino Oeiras Mais à Frente". E na realidade se puxarmos em demasiada Oeiras para a frente a verdade é que nos arriscamos, de tanto puxar, a meter Oeiras na Carregueira.

Isaltino Morais encontra-se preso por corrupção no exercício de cargos públicos. Ora, o lema da candidatura do delfim de Isaltino é "Continuar a Fazer". Ora aqui nem se trata de uma promessa!!! Efectivamente é apenas um aviso de que vai continuar o mesmo processo de trabalho desenvolvido pelo compincha!!! Deve ser das campanhas mais verdadeiras e honestas de sempre de um candidato!!!

Oeiras arrisca-se a ter uma câmara dirigida por um fantoche manietado a partir de um estabelecimento prisional. Mas eu se quiser rever Os Sopranos prefiro comprar as box de dvd's (não quero para Oeiras, em vez de um presépio vivo, a Camorra viva).

Eu quero acreditar que no meio daquelas pessoas todas que estão a acenar no cartaz, uma delas estará a fazer um manguito com os dedos.

19 de agosto de 2013

Sentir Lisboa

Apesar das campanhas autárquicas ainda não terem formalmente iniciado, a verdade é que já anda por aí muito boa coisa para se falar.

Hoje vou abordar a candidatura de Fernando Seara, mais conhecido como O Careca do Benfica.

Em primeiro lugar os slogans. "Sentir Lisboa" parece uma coisa bonita mas se formos a ver bem não significa absolutamente nada. Existe outro cartaz em que o senhor candidato, depois de não sei quantos mandatos em Sintra, resolve afirmar que está "Em Lisboa com os 2 pés"... antes estava como os 2 pés em Sintra... parece-me mais um daqueles que salta sempre com os 2 pés para as poças (o chamado 'salta-pocinhas').

Pelo andar da carruagem esta candidatura parece-me mais 'Com os 2 pés para a cova".

E depois há a foto do cartaz. Concentrem-se durante 10 segundos na foto.

Agora digam a primeira coisa que vos venha à cabeça!!!

A mim, da primeira vez, surgiu-me 'scottex' porque me fez lembrar o labrador creme do anúncio.

Da segunda vez já me surgiu 'golfinhos do zoo', quando eles saltam para a beira do tanque a abanar a cauda.

Depois ainda me veio à cabeça 'focas brancas do canadá', como aquelas que vemos em documentários com um olhar muito terno mas que depois acabam por levar uma traulitada na cabeça.

Este cartaz não é de um gajo que quer governar a câmara da capital. Não, este cartaz é de um gajo que nos quer pedir em namoro atrás do pavilhão. E isso um tipo dispensa.

O Regresso !!

Após um período exaustivo de reflexão, marcado por longas reuniões, o Mundo da Verdade regressa ao seu formato original na blogosfera.

Tal como referido na altura, a decisão seria irrevogável, algo que adoptando uma abordagem 'pauloportista' significa que essa decisão não teria qualquer valor.

Além disso, o regresso só seria viabilizado caso ocorresse uma de duas situações: Jesus Cristo descer à Terra ou o Sporting ser campeão. Uma vez que o Sporting conseguiu esta semana ascender ao 1º lugar do campeonato (algo tão 'forties' e 'fifties'), seria da mais elementar justiça considerar isso um milagre e assim celebrá-lo da melhor forma.

Será um regresso sem inovações. Prometo apenas a mesma caca de sempre, com vista a poder irritar o mais possível o leitor de forma a que o mesmo pense que sofre de urticária crónica.

15 de julho de 2013

The End

Comunicado,

No seguimento das alterações que se verifcam nos últimos tempos, nomeadamente com a explosão das redes sociais, em particular a facebookiana, que trouxeram novos paradigmas e narrativas ao mundo dos internautas, cumpre-me informar que este blog, no formato actual, chegou ao fim.

A blogosfera tem vindo a ser absorvida, nos últimos tempos, pelo imediatismo do Facebook, tornando-se uma luta perfeitamente desigual.

O Mundo da Verdade deixa assim de estar num suporte de blog tradicional, passando no entanto a estar presente numa página do Facebook, como já acontecia, mas doravante em exclusividade nesta rede social (bastará procurar por Mundo da Verdade, no Search do Facebook).

O blog não será apagado, ficando disponível para recordação e enquanto os administradores da Blogger assim o entenderem. Fica assim garantida a possibilidade de assistentes de bordo, escuteiros e indefectíveis da TVI continuarem a insultar-me como até agora (tal será possível obviamente também na página do Facebook, no entanto isso obrigará a fazer um Like na página o que será uma incoerência para esse tipo de pessoas).

Esta decisão é irrevogável , excepto se Jesus Cristo descer à Terra ou o Sporting for campeão (o milagre que acontecer primeiro).

Uma agradecimento a todos que tornaram isto possível durante estes anos todos (e em especial à Dona Anastácia, a cabo verdiana que vinha bem cedo para fazer as limpezas ao blog).

Vemo-nos do outro lado (no Facebook!! não é O Outro lado, donde vêm os zombies!)


11 de julho de 2013

So what?!

"Anónimo deixou um novo comentário na sua mensagem "Mito Urbano – As Hospedeiras":

eu sou hospedeira de bordo e ganho 10 mil euros e o meu marido que é piloto ganha 50 mil"

É suposto bater palmas? Dar os parabéns? Ficar com inveja? Dar o meu NIB?

9 de julho de 2013

Agora sim estamos no 1º Mundo !!!

(momento em que a bandeira nacional - ou uma réplica do chinês - é queimada em La Paz, Bolívia)

Agora sim estamos no 1º Mundo !!!

A nossa bandeira a ser queimada junto com a de França, EUA, Espanha, Itália...

Agora é que ninguém nos pára !!

Só nos falta um atentado e passamos logo para o G7 ou G10 ou GTI ou Ponto G, ou lá como é que se chama o grupo das economias mais dinâmicas.

Manto Sagrado 2013 / 2014

A bela e o monstro !!!

O equipamento principal é espectacular !!  Apetece estar com ele vestido todos os dias a  qualquer hora.

O equipamento alternativo é verdadeiramente horrível !!! Aquele preto e branco fazem lembrar uma agência funerária ou uma daquelas sobremesas tipo brownie com gelado de nata !! Muito mau !! A parte preta, a fazer aquela elipse sobre a parte branca, faz parecer que o jogador está a vestir um avental preto sobre uma tshirt branca, ou que está com um vestido cai-cai preto a segurar-lhes as mamas ou até mesmo com uma cinta adelgaçante.

Só de pensar que quando os tipos da Adidas vêm apresentar os equipamentos há alguém que diz que aquele equipamento é muito giro, percebemos que está na hora de dispensar o Stevie Wonder que trabalha no departamento de marketing do Clube.

7 de julho de 2013

Os Idiotas

Olhar para cara daqueles 2 idiotas na conferencia de sábado deu-me nojo. Nojo deles e de um presidente que todos os dias se revela uma banana com olhos.

Aquilo que Portas fez, apesar de já nos termos habituado aquelas piruetas, ultrapassou quase todos os limites da vida política. Aquilo, mais do que uma traição a coligação - eles que se amanhem uns com os outros - foi uma traição ao país.

Portas, que sempre se viu como um grande estadista, comportou-se como uma rata velha de um qualquer navio a deriva, promove um prejuízo financeiro colossal e depois reaparece como se nada fosse. Mais do irrevogável, foi uma atitude de menino mimado que só tem olhos para o seu umbigo.

Como e que se pode confiar num político destes? Como e que um pais aceita que esta figurinha continue a representar Portugal aqui e além? Como e que um Presidente da Republica consegue aceitar uma coisa destas e dormir ao fim do dia descansado.

Eu acredito que toda esta governação, com o conluio de Cavaco, fosse apenas fruto de incompetência e ressabiamento. Hoje em dia já percebi que ainda será muito pior que isso. Isto será mais fruto da idiotice total e de uma doença mental de que eles todos padecem.

Portugal pode (ainda) não ser a Grécia... Mas que eles se estão a esforçar por isso, ai isso estão, que não restem duvidas...

Mas o Povo é sereno, dizem alguns. Será? E por quanto tempo?  

4 de julho de 2013

Depois do Cirque du Soleil, temos o Circo do Caldas

Alguém sabe se as conversações ontem à noite no Palácio de S.Bento correram bem?

Eles fizeram as pazes? O Paulinho passou lá a noite e hoje foi tomar o pequeno almoço apenas vestindo uma camisa do Passos?

Alguém me explica o que significa a palavra 'irrevogável'? no dicionário diz "que não é revogável / que não se pode anular; definitivo"

Alguém sabe qual é o dicionário de palavras e expressões que o Portas utiliza? É que em nenhum dicionário descobri que o significado de 'irrevogável' possa ser "definitivo, mas apenas durante 5 minutos ou enquanto me apetecer" ou "que não se pode anular, excepto se eu der o dito por não dito e experimentar mais uma cambalhota política monumental".

Não consegui encontrar e olhem que pesquisei naquela coisa muito em voga agora... como é que se chama mesmo? ... net !! é isso!!

3 de julho de 2013

Portas que se fecham

Quando reduziram os salários da função pública, Portas anuiu...

Quando diminuíram o valor das indemnizações por despedimento, Portas assobiou para o ar...

Quando aumentaram o IVA na restauração, Portas fingiu que não percebeu...

Quando aumentaram brutalmente o IRS, Portas estava a olhar para o chão...

E agora, com a nomeação de uma ministra, é que fica todo sensível ???!!!!!


Eu diria a Portas para ir apanhar num sítio, mas para ele isso talvez não seja nenhuma tortura!

26 de junho de 2013

Continente

No outro dia no Continente, estava um Toyota Yaris á venda.... e davam 2000 € de desconto em cartão....

Então era este pacote de leite, pão, fruta, um Yaris e esta alface !! 
Quanto é que é tudo? 
12.500 €? 
Sim, quero descontar os 25 cêntimos que tenho em cartão.
Obrigado e bom dia!

Mais giro seriam venderem o carro mas com a bagageira cheia de compras !!

9 de junho de 2013

Crónicas de Luanda (5) - A Entrevista

José Eduardo de Angola, eleito pelos angolanos por sufrágio indirecto para Presidente da República de Angola, deu a primeira entrevista, pelo menos a órgãos estrangeiros, nos últimos 22 anos.

Curiosamente escolheu um jornalista que está normalmente associado SIC, a qual pertence ao grupo Impresa, do qual faz parte o semanário Expresso, o qual habitualmente tem sido muito cáustico relativamente ao regime angolano, gerando até respostas ainda mais duras do Jornal de Angola (aliás, na última deslocação, penso que de Paulo Portas, os jornalistas da SIC nem conseguiram visto para entrar em Angola).

Em primeiro lugar, nem os angolanos com quem contacto faziam a mais pequena ideia de que o seu presidente tinha dado uma entrevista (os portugueses, nesse aspecto, também já se estão completamente a marimbar para os seus governantes).

Em segundo lugar, obviamente que aquilo não foi uma entrevista. Uma entrevista normalmente é feita por um entrevistador a um entrevistado, no qual o 2º normalmente responde às questões colocadas pelo 1º. Esta entrevista é uma espécie de entrevista-ricochete (sim, fui eu que inventei esta expressão agora mesmo, qual Mia Couto de Caxias), em que o entrevistado é que leva as perguntas, manda-as contra uma parede e elas voltam para si (se virem bem, o entrevistador tem uns pequenos fios que mal vêem que o fazem mexer os braços, lábios e olhos - preferi fazer a analogia com uma marioneta em vez de fantoche, por respeito ao Cymerman, uma que os fantoches têm normalmente uma pessoa que lhes mete o braço pelo rabo acima, o que não me parece ter sido o caso, apesar daqueles sorrisinhos suspeitos).

Em terceiro lugar, obviamente que aquilo não prestigiou em nada nem a SIC nem o jornalista. Se era para violar o código deontológico, preferia ter visto o Cymerman a promover Tampax na televisão.

PS: e o que raio aconteceu ao irmão do Cymerman, que também era jornalista, com trabalhos sobretudo para RTP?

Crónicas de Luanda (4) - A (in)Segurança

É já uma pergunta cliché a questão da segurança em Angola.

De todos os expatriados que passam aqui temporadas (aka vivem cá!), não conheço nenhum que nunca tenha sido assaltado pelo menos uma vez. Dos angolanos já nem falo...

Existem 2 tipos de nível de segurança:

- o primeiro é efectivamente aquele que todos temos de ter em qualquer lado, quer seja em Luanda ou em Estocolmo. Ou seja, nunca nos devemos colocar a jeito ou facilitar;

- o outro depende muitas vezes um pouco da sorte.

É preciso ter em conta que, só em Luanda, vivem cerca de 5 milhões de pessoas,  a larga maioria delas trazidas pela guerra para a capital fugindo às sucessivas guerras que afectaram sobretudo as províncias. Estamos a falar de pessoas a viver em condições precárias, pobreza extrema mesmo. Ora, quando um indivíduo nada tem, limitando-se apenas a sobreviver, convenhamos que arriscar no crime não será assim um risco tão grande. Por isso é que a vida, neste tipo de ambientes, promove sempre um baixo valor para a vida humana.

É uma cidade com muitos polícias, que muitas vezes são também bandidos (ou corruptos se quisermos ser mais meigos). Ás vezes tenho mais receio das forças policiais que dos restantes criminosos (uma vez que esses não os conheço, pelo menos até ao dia), uma vez que a polícia actua sob uma capa da autoridade com constantes abusos da mesma (contaram-me há pouco tempo um caso de uma paragem stop em que obrigaram uma expatriada a ir levantam dinheiro a um multibanco... e não foi para o pagamento imediato de nenhuma multa).

Depois temos uma quantidade de forças policiais ou paramilitares que às vezes até ficamos confusos:

- a polícia de segurança pública (tipo a nossa PSP, mas onde o recrutamento é muitas vezes feito - isto dito pelos próprios angolanos, vale o que vale - junto dos bairros mais problemáticos, o que explica muita coisa);

- a força de intervenção rápida, vulgo ninjas, e incorruptíveis, destinados normalmente a acções mais musculadas (em especial as intervenções cirúrgicas em bairros onde resolvem definitivamente alguns problemas, e aqui resolver tem efectivamente um carácter definitivo, em particular para quem é 'resolvido');

- a força presidencial, grupo militar que apenas sai às ruas quando o presidente sai, colocando-se em cada esquina;

Depois temos também a infinidade de empresas de segurança privada (sim, porque qualquer edifício, desde a sede da Sonangol até à mercearia do Sr.Mutamba, tem de ter segurança dia e noite, 24h), muitas das quais têm ao seu dispôr armas de fogo (que é sempre um conceito estranho, que alguns já defendem para Portugal, que é dar armas a civis). Embora, na maior parte dos casos, os seguranças das habitações sejam normalmente uns indivíduos subnutridos que normalmente até adormecem no seu posto de trabalho.

2 de junho de 2013

Crónicas de Luanda (3) - Show (off) must go on

Muitas vezes ficamos surpreendidos pela apetência que os portugueses têm pelas novas tecnologias - os famosos gadgets - nomeadamente pela necessidade que parecem sentir relativamente à última moda em termos de televisões, sistemas audio, telemóveis ou tablets.

Aqui em Angola esse fenómeno supera em larga escala o que se verifica em Portugal. Por exemplo os telemóveis iPhone ou os novos Samsung Galaxy são aqui bastante comuns não sendo visto obviamente como um nicho de mercado. E os preços aqui praticados superam também largamente o que se verifica na Europa (no mercado de venda tradicional, não falo obviamente do mercado paralelo de rua).

Também os tablets, para ser mais preciso vulgo iPad's, também aqui se tornaram uma necessidade, mesmo que em muitas das vezes as redes de internet móvel sejam sofríveis. Mas o que é que isso interessa quando se pode mostrar ao mundo coisas bonitas?

Dos angolanos com quem contacto devem existir poucos casos em que o telemóvel eles não seja sempre de gamas superiores ao meu (e não digo isto como inveja mas para elucidar a situação com que sempre me deparo - andam sempre à frente).

Das primeiras vezes que vim a Angola, por momentos ainda acreditei que os preços cá seriam mais baratos porque eventualmente importariam via China ou via Dubai. Efectivamente não é o caso, os angolanos predispõem-se na realidade a gastar 1000 dólares num telemóvel, mesmo sabendo que no dia seguinte poderão ser assaltados ao virar da esquina.

Há um show-off natural no angolano. E há também muita vaidade (aquela ideia - e aqui até poderei estar a pisar o risco do racismo - quando os primeiros descobridores chegaram por estas bandas e trocaram riquezas por quinquilharia e espelhos, ainda hoje, de outra forma é certo, se mantém bastante actual).

Há uma necessidade perene de mostrarem que podem e têm. E isso reflecte-se nos gadgets, nos carros, na roupa e na atitude, sobretudo aqueles que de repente têm alguma coisa, a que chamaríamos em Portugal novos-ricos (aqui em Angola é díficil dizer o que é ser rico).

Na atitude, por exemplo, quando mais poder têm de repente nas mãos, mais prepotentes se tornam. E também a voz aumenta o tom (os angolanos, ao telefone ou em grupo, têm sempre 2 tons de voz possíveis: alto ou aos gritos ! - aliás seria curiosa uma análise otorrino-blábláblá aos angolanos porque acredito que a maioria, só assim se justifica este comportamento, padece de alguma surdez).

E existe sempre aquela ideia do racismo ser sempre do tipo branco --> preto ou branco --> amarelo ou branco --> vermelho. Entre os africanos muitas vezes esse racismo é muito mais aceso (já tive oportunidade, mais do que uma vez, de um preto chamar 'preto' a outro igual... ou 'macaco'...)

Crónicas de Luanda (2) - O Inferno

O trânsito em Luanda pode ser infernal.

Nos dias normais já é muito complicado, principalmente para quem vem de fora da cidade para o centro mais nevrálgico. Estamos a falar de pessoas que entram às 8 horas da manhã mas preferem sair de casa às 5:30 e dormir à porta do trabalho do que arriscarem sair mais tarde e apanharem 2 horas no trânsito... e isto num percurso entre 15 a 20 kms apenas.

E quando chove nem vale a pena falar... muitas vezes nem vale a pena sair de casa... para demorar 4h a chegar ao trabalho e mais 4 para regressar... 

Como é que pessoas que se levantam às 4 da manhã para saírem para o trabalho conseguem depois ser minimamente produtivas? Depois quando damos formação já aconteceu ver pessoas a adormecer ... e no período da manhã, porque à tarde, depois do almoço, já nem vale a pena, seria uma preciosa perda de tempo.

As regras do trânsito em Luanda assemelham-se às que vemos nalguns chico-espertos em Portugal (meterem-se a meio das filas, procurar atalhos, mudar de faixa a toda a hora, etc). Só que aqui isso acontece com todas as pessoas e a toda a hora. Conta quem tem o carro maior, mas principalmente quem tem mais cojones...

Nas passadeiras já vão começando a parar. Mas aqui não dá fazer o truque de meter o pé na passadeira para tentar intimidar os condutores. Aqui tentar issi deve resultar provavelmente na perda de um pé. Não que os peões angolanos se preocupem muito com as passadeiras, já que eles atravessam-se em frente aos carros como se não fosse nada com eles.

1 de junho de 2013

Crónicas de Luanda (1) - A Pornografia

O custo de vida em Luanda é verdadeira pornografia. Por alguma razão já foi considerada como a cidade mais cara para expatriados viverem.

Aqui facilmente se ouvem pessoas a dizer que 3.500 USD por mês para pouco servem. Uma pessoa imagina um vencimento destes em Portugal e seria uma maravilha.

Mas na realidade, o custo de vida por estas bandas é muito superior aquele vivido na Europa (próximo talvez só a Escandinávia), sobretudo ao nível da alimentação e do alojamento.

Os produtos alimentícios são na maior parte dos casos importados, gerando assim um preço muito mais alto à partida. Juntando a isso desalfandegamentos, comissões pelo meio, etc, quando chega ao consumidor final imaginem os valores.

Num restaurante banal facilmente se gastam 40 ou 50 USD por pessoa. Num mais sofisticado esse valor pode chegar facilmente aos 100 USD. Num hotel como aquele em que estou (3 estrelas), uma refeição nunca fica por menos de 40 USD (e estamos a falar de um buffet com 2 pratos). Nos hóteis de 4 ou 5 estrelas, com um buffet continental como deve ser, o valor atinge normalmente os 75 USD, bebidas não incluídas é claro (e aqui beber água é mais caro que beber cola ou cerveja, embora isso não possa servir de desculpar para eles andarem muitas vezes mamados).

Nos supermercados que fazem jus ao nome, os preços dos bens essenciais (leite, fruta) também estão hiper-inflacionados.

No alojamento, fruto da escassez do mesmo até há pouco, tanto ao nível hoteleiro como de habitação, os preços também são sempre de bradar aos céus. Uma noite com pequeno almoço incluído num 3 estrelas começa nos 300 USD... depois nas outras categorias é ir subindo.

A habitação tradicional, fruto da enchente de expatriados e de autóctones, também atinge valores mirabolantes.

Por exemplo, numa zona mais central de Luanda, o arrendamento de um apartamento T2 pode chegar aos 2.200 / 3000 USD por mês. E estamos a falar de prédios com 30 ou 40 anos de idade, já sem elevador a funcionar (e estamos a falar de prédios até 10 ou 12 andares), sem manutenção ou limpeza nas zonas comuns. E em que, por exemplo, o abastecimento de água é feita através de depósitos individuais existentes muitas vezes nas bases dos prédios com ajuda de bombas (ou seja, é necessário comprar água de tempos a tempos para encher os depósitos, é necessário ter uma bomba e um gerador para puxar a água e gerar electricidade e é necessário combustível para alimentar o gerador). Custos e mais custos... Se viverem numa casa/vivenda provavelmente vão necessitar de guardas à porta 24h (ou seja, pelo menos 2)


27 de maio de 2013

Office view

(a qualidade da limpeza dos vidros foge à minha responsabilidade)

Luandices (ii)

No hotel, atendendo à distância entre a sanita e o rolo, devem pensar que têm como clientes o Plastic Man...

Luandices

Uma pessoa vai a uma casa de banho num restaurante em Luanda e aproveita para ir vendo a ementa...

1 cuba = 28.000 Kwz (+/- 280 USD) - mas segundo eles dá para 28 pessoas (compensa desde que consigamos arranjar pessoas e espaço físico para meter tanta gente)

Mas difícil será justificar "eu estava a urinar e lembrei-me que podíamos comer todos arroz de pato"

26 de maio de 2013

SLB Sempre !!

Antes de mais:SLB Sempre!!!

Agora assuntos também sérios. Quem me conhece sabe que eu sempre defendi que se o SL Benfica não fosse este ano campeão, acabava-se um ciclo e devia-se procurar um novo treinador. E mesmo na eventualidade de isso ter acontecido, o Clube deveria reflectir na mesma sobre essa questão.

Façamos um balanço:

- em 4 anos ganhar um único campeonato parece-me muito pouco (se fosse um treinador estrangeiro há muito que teria sido despedido);
- em 4 anos foi uma única vez à final da Taça de Portugal e, mesmo assim, perdeu-a;
- venceu 3 taças da liga é certo, embora esta competição esteja ao nível de um torneio de matraquilhos do Café do Cajó;
- nas taças europeias teve o mérito de estarmos numa final, algo que não acontecia há duas dezenas de anos;
- perdeu um campeonato quando tinha 5 pontos de avanço e com um jogo ainda em casa contra o rival;
- perdeu outro campeonato quando tinha 4 pontos de avanço;
- conseguiu ser eliminado numa meia final da taça de Portugal, em casa, depois de ter ganho 2-0 no campo do rival (a derrota mais sofrida que eu tive nos últimos anos);
- deu-nos a oportunidade de ver o rival festejar um campeonato na nossa sala de estar;
- lembrou-nos que podemos perder por 5-0 contra um rival;
- exceptuando o 1º ano, em que a adaptação de Coentrão foi realmente um sucesso, teve sempre uma teimosia por época que nos fez invariavelmente perder pontos preciosos (Roberto, Emerson, Melgarejo);
- no início desta época, apesar de saberem que Luisão iria ser castigado, não foram ao mercado buscar outro central (preferiram ficar com Jardel, Roderick e Miguel Vítor, jogadores que nem para o Servette ou Corunha serviram);
- no mercado de Janeiro voltaram a não ir buscar um central nem outro médio centro;

Tudo isto é culpa de Jesus? Talvez não, também seja culpa dos jogadores e do Rui Costa (que não sabemos o que anda lá a fazer), do Carraça (qual é o cargo dele mesmo??!), do Gabriel (estava tudo a correr tão bem antes daquela fanfarronice pós-jogo do Marítimo) e do Vieira.

As épocas têm sido sempre mal planeadas. O ano passado perderam o campeonato porque o treinador não rodava o plantel. Este ano também, só que perderam todas as competições por causa disso.

Mitos:

1) o SL Benfica passou a praticar um futebol espectacular com Jesus !! (isso realmente aconteceu no 1º ano, em que parecíamos um rolo compressor, mas mesmo assim só deu para ganhar o campeonato na última jornada - nas outras 3 temporadas têm existido muitos jogos deveras sofríveis);

2) Jesus potenciou financeiramente muitos jogadores (Coentrão, Javí Garcia, Witsel, etc). É verdade, mas também em nenhum momento do Clube se investiu tanto em novos jogadores (já devia haver uma linha da TAP Buenos Aires / Lisboa);

3) Jesus é um génio da táctica ! Não é verdade... é um treinador que tem é um ordenado genial nunca visto também em Portugal... é um excelente treinador, mas também tem muita fanfarronice e muita teimosia...

4) este ano Jesus rodou o plantel! É mentira !! Não rodou nada !!! A única rotatividade que fez foi referente aos defesas laterais (colocou o André Almeida ora num lado ora noutro) e aos extremos (o Ola John fazia descansar o Gaitán e o Salvio, e muitas vezes o holandês também descansava em campo). No momento crítico da época, em que os jogadores estavam todos rebentados, já nem isso fazia (o jogo com o Estoril é o mais paradigmático de todos - na 2ª parte viu-se que há lares de idosos com mais energia).

Creio que se fecha um ciclo. Mas mesmo na eventualidade de JJ continuar no Clube, serei sempre benfiquista e para o ano lá estarei no meu lugar a gritar pelo meu SL Benfica (de mim nunca verão lenços brancos na mão... quanto muito a mãe dele pode ficar com as orelhas a arder).

12 de maio de 2013

Amesterdão

(deixem-me só tomar mais uma dose de Kompensan... ok, já está!!)

Liga Europa!!!

A última final europeia do Glorioso foi há 23 anos contra o Milão. Nesse dia um golo de Rijkaard bastou para estragar um sonho.

Anos mais tarde fui de férias à Holanda e encontrei Rijkaard em Amesterdão. À entrada da Arena de Amesterdão. Onde 4a feira vamos jogar. Coincidência?

No início desta época, vencemos na Taça Eusébio o Real Madrid por 5-3. Exactamente o mesmo resultado com que lhes havíamos vencido há 51 anos numa final na Taça dos Campeões. Onde? Em Amesterdão... Coincidência?

Esta é também a semana dos milagres de Fátima? E nós temos um Jesus... (já crucificado, estando na hora da ressurreição...). Coincidência?

E não me parece que exista um Blue Light District... Coincidência

Eu espero que não. Como diria o outro, pode ser que esteja escrito nas estrelas...

PS: o Chelsea perdeu todas as 3 finais que já jogou esta época (Supertaça Europeia, Charity Shield e Mundial Clubes)... o SL Benfica perdeu as últimas 6 finais europeias em que participou e tem a maldição de Bella Gutman... uma final ideal para quebrar estatísticas e crenças...   

Sempre !!



6 de maio de 2013

O Circo

O Governo cada vez mais parece um circo.
 
Temos o ilusionista.
Temos o palhaço.
Temos o contorcionista.
Temos o mestre de cerimónia.
Temos o homem bala.
Temos o freak.
Temos o equilibrista.
 
A reunião do Conselho de Ministros deveria era ser designada Conselho Mariani.
 
 

4 de maio de 2013

Onde raio andam agora os professores?|

No consulado do PS de Sócrates, por causa de algo menor como terem um sistema de avaliação de desempenho, havia greves e manifestações, uma das quais com milhares de professores a percorrerem a baixa lisboeta (100 mil? 200 mil?).
 
Com todas as medidas já tomadas por este Governo, ainda não vi nada dos professores que seja minimamente relevante!
 
Eu sei que se com a porra da avaliação foi o que foi, então com as medidas da troika Passos/Gaspar/Diabo teriam de fazer greve para aí durante um mês!
 
Eu sei que se devem sentir envergonhados... e têm razões para isso! Tenham alguma vergonha na cara e ajam agora também em conformidade !!!
 
(e tirem esses tipos todos dos vossos sindicatos, que se andam a arrastar por lá já desde os meus tempos de estudante liceal !!!!

3 de maio de 2013

Qualque dia ainda vamos às do Monopólio...

Começou a substituição gradual das notas do Euro. Parece que as novas notas têm um nível de segurança contra falsificação ainda maior.
 
Curiosamente começam com as de valor mais baixo, normalmente as que são menos falsificadas (quem é o anormal que vai falsificar notas de 5 quando o pode fazer com as de 20?). Acaba por ser revelador como a Europa está neste momento, uma pobretanas de primeira.
 
Já em Portugal, esta substituição começou em 2011, quando este Governo tomou posse. Há muito que eles estão a substituir as notas de 5 euros por ar.
 
Vão ver que estas notas que 'specimen' vêm todas parar a Portugal, para podermos brincar ao "faz de conta que tínhamos dinheiro".

2 de maio de 2013

Calendário

Só para informar que, em vez do calendário maia (não é da Maya!!), muçulmano (o das bombas!), judaico (o das bombas!), gregoriano (o das saídas nocturnas!), juliano (o das sopas adelgaçantes!), whatever, neste momento estou a guiar-me pelo calendário Glorioso.

O qual tem já proximamente 5 ou 6 feriados:

02.05.2013 - Dia do Fenerbahçe (ou do banho turco, veremos...)
06.05.2013 - Dia do Estoril
12.05.2013 - Dia dos coisinhos (ou dos fenómenos estranhos)
19.05.2013 - Dia do Moreirense
26.05.2013 - Dia da Final da Taça (também apelidado Dia do Jamor)

Existe ainda um feriado móvel, que não é gozado há muito tempo, mas pode ser que este ano tenhamos sorte. Em 2013 calha a 15.05.2013 e é o Dia da Final Europeia (também poderá passar a ser conhecido como o Dia do Desembarque em Amesterdão).

30 de abril de 2013

Rídículo por rídículo...

... ainda preferia que Cavaco fizesse este tipo de coisas ao invés daquilo que faz habitualmente...

29 de abril de 2013

A Mão Que Embala o País Mas Deixa-o Sempre Cair...

A Mão que está por detrás do arbusto...
 
A Mão que sai por detrás do arbusto...
 
As alegorias ou metáforas que Sócrates utiliza agora para Cavaco (ou para a sua mão, qual família Adams!), já me começam a fazer medo (ou pelo menos aquele suspense quando sabemos que o assassino vai aparecer mas assustamo-nos sempre quando ele aparece).
 
Sugestões para programas futuros:
 
A Mão que nos dá uma chapada...

A Mão que embala o dinheiro ganho com o BPN...

A Mão que tem medo de escrever ao Tribunal Constitucional a tempo e horas...

A Mão que escreve discursos normalmente a desancar nos Portugueses...
 
 

24 de abril de 2013

Resolução Conselho Ministros

"O Conselho de Ministros reuniu e deliberou o seguinte:
 
a) O outrora designado Subsídio de Natal passa a designar-se Subsídio de Férias de Natal;

b) O outrora desigando Subsídio de Férias passará a designar-se Aquele Montante de Dinheiro Que Os Mandriões Utilizam para Estoirar em Férias no Algarve e em Benidorm;

c) Os subsídios acima referidos no caso dos pensionistas, passarão a obrigar a prova de vida nos dias pares de cada mês. No caso dos mesmos coincidirem a um domingo, passará para o dia ímpar mais próximo ou, alternativamente, poderá ser efectuado na paróquia local, desde que o pensionista tenha o baptismo e o crisma;

d) Os subsídios serão pagos nas seguintes modalidades:
 
    - 10% no mês de Junho;
    - 10% no mês de Julho, excepto nos casos em que o nível de precipitação do mês anterior tenha sido 25% superior à média dos mesmos meses nos 5 anos imediatamente anteriores, caso em que o pagamento passará para o mês seguinte;
     - 80% no mês de Dezembro, excepto no caso do SL Benfica não estar à frente do campeonato. Nesse caso será paga a parte proporcional à diferença pontual do 1º classificado no campeonato para a pontuação do SL Benfica. No caso do SL Benfica ainda estar na Liga dos Campeões esse valor será majorado em 20% desde que não ultrapasse os 100% do valor a pagar, ou seja, 80% do valor inicial;
      - no caso de uma andorinha passar por cima do Ministério das Finanças no período decorrente dos subsídios, e caso o valor da pensão exceda os 1100 euros, os subsídios em duodécimos extraordinários de 48 meses (os duodécimos quadrúplos);
e) no caso dos funcionários públicos, os subsídios serão pagos quando apetecer ao Governo, em numerário ou em sacos de batata roxa Selecção Continente, cabendo a cada funcionário a recolha e transporte dos respectivos sacos do centro de distribuição alimentar do Governo sito em Mirandela;

Esperemos com estes regulamentos clarificar e simplificar todo o processo, garantindo assim a constitucionalidade sugerida pelo Tribunal Constitucional.

Miguel Relvas Marques Guedes"

 

14 de abril de 2013

O dia em que bater punho tornou-se viral mas não trouxe força anímica...

Na véspera de se ir embora, Miguel Relvas anuncia a contratação de uma espécie de mentalista - Miguel Gonçalves - para dar impulso ao Impulso (passe a repetição) Jovem, um programa que pretendia ajudar a criar emprego para jovens e que criou para aí até agora 1000 empregos.

Ainda não tinha tido tempo para me debruçar sobre a contratação de alguém que Relvas terá visto num Prós e Contras ou no YouTube. Uma espécie de mentalista, não daqueles como o Blumel que "adivinham" coisas, mas mais daqueles que chegavam às aldeias numa carroça para enganarem mais uns incautos, mais uns ignorantes.

É assim que este Governo nos trata, como ignorantes e estúpidos. É curioso que logo no dia seguinte a apresentar Miguel Gonçalves, teoricamente um mentalizador de estados de alma, Relvas tenha apresentado a sua demissão por razões anímicas. Ou seja, nem um dia bastou para Relvas não aguentar aquele discurso mentalista e suicidar-se politicamente. Miguel Gonçalves falhou logo no seu primeiro cliente.

Um dos grandes impulsos deste senhor (e porra! têm de se chamar todos Miguel??!!) passa, não só por bater punho (e como os jovens numa determinada idade o apreciam...) mas principalmente numa ideia genial para os estudantes pagarem os seus estudos que consiste em venderem pipocas para ganhar os 100 euros mensais que, segundo Gonçalves, chegam para pagar as propinas. Não sei quantos estudantes universitários temos actualmente - vamos supor 100 mil -, se tivermos em cada cinema uma média de 5 estudantes, basta existiram 20 mil cinemas em Portugal, número perfeitamente normal (atendendo que nos EUA há 40 mil, na China 36 mil, na Índia 10 mil e cá pouco mais de 100..).

Olhando para os números a solução passa claramente por irem vender pipocas lá fora. Ou seja, mais uma vez a emigração. Com tantos estrangeirismos que Miguel Gonçalves utiliza, talvez tivesse mais sucesso lá fora do que aqui dentro a chatear-nos a moleirinha...

5 de abril de 2013

Um dia Relvas acordou, disse "não tenho condições anímicas" e demitiu-se... ontem foi o dia!!

Sobre a demissão do Relvas a minha única opinião consistente neste momento é esta:

É uma vergonha para um País ver um governante que andou 2 anos em todos os cambalachos deste governo e depois do que apresentou em termos de vida pública vê-lo sair por decisão pessoal e não demitido.

É humilhante para um País ter de assistir a isto.

E é humilhante para uma oposição em Portugal (PS, PC, BE), que andou a apregoar a demissão ou o afastamento de Relvas durante estes meses todos, quando lhe questionam acerca da demissão, a primeira reacção não seja de satisfação mas sim de questionar o Governo das razões da demissão.

Como se os motivos interessassem para alguma coisa!!!! Obviamente que não foi porque razões anímicas, na medida que apenas os seres vivos têm esse tipo de reacções (as anímicas).
 
Circula aí que a licenciatura de Relvas vai ser anulada porque um exame que deveria ser escrito afinal, no caso dele, foi oral. Depois disto tudo a razão é essa??!!! E as 36 equivalências??!! Isso sim é grotesco!!!

3 de abril de 2013

O Livro de Receitas do Governo

É absolutamente inacreditável, e futuramente também de um perigo extremo, a ideia que este Governo e alguns deputados membros do partido do Governo têm da Constituição da República Portuguesa.
 
Digamos, à laia do comentário seguinte, que a Constituição, e daquilo que eu aprendi ao longo dos anos na escola e também ao longo da vida como contínua busca do conhecimento (como diria o outro), é somente o texto, a lei fundamental do País. E que, para além, os políticos que assumem cargos governativos juram respeitar e fazer cumprir.
 
Ora, as recentes declarações de todos estes senhores e senhoras fazem pensar que, para eles, a Constituição não é mais que um livro descartável para se ler na praia entre banhos.

Ou mais, que a Constituição não passará enfim de uma espécie de livro de receitas que, afinal de contas, não passa de um conjunto de intenções ou ideias, mas que depois cada um cozinha os pratos à sua maneira.
 
No ano passado assistimos a uma decisão absolutamente inovadora do Tribunal Constitucional que, apesar de declarar a inconstitucionalidade de algumas medidas, resolveu só declarar essa inconstitucionalidade a partir de um determinado momento específico (só para o futuro não se aplicando para o passado), naquilo que nos fará entrar em qualquer programa de bloppers e apanhados relativos ao direito (caso os houvesse).

Caso o Tribunal Constitucional tenha uma decisão atípica como a do ano passado, não tenho qualquer dúvida que estaremos claramente num país das bananas e dos bananas onde não existe lei nem roque (o que quer que isto queira dizer!!)

2 de abril de 2013

A nossa cruz... (não, não é sobre o Carlos)

Existe um sentimento muito típico dos portugueses, em solo luso, que é acharem que todos os outros portugueses são uma grandessíssima merda, em especial quando têm sucesso lá fora.
 
No entanto, é curioso que quando vamos ao estrangeiro ou falamos com pessoas de outras paragens, o sentimento nunca é esse, como se tivéssemos uma espécie de filtro. Cá dentro, entre os nossos, somos capazes de dizer que o Mourinho ou o Ronaldo são uns arrogantes de primeira, mas quando vamos lá fora são os nomes que damos como referência se nos perguntarem onde raio fica o nosso país.
 
Agora com o Diogo Morgado, na participação da série A Bíblia, passa-se o mesmo. Enquanto ele ia fazendo umas coisas por cá ninguém lhe ligava nenhuma. A partir do momento em que a série em que entra bate todos os recordes de audiênca (nos EUA!!! não em Carrazeda de Ansiães!!) e em que até faz de Cristo (não de Cajó dos Pneus! ou traficante de droga como o outro faz sempre), parece que todos nos tornamos uma espécie de especialistas em diogomorgadês.
 
Ou porque a prestação teve pouco sal, ou porque não parecia Cristo, ou porque o sotaque não sei o quê.

Eu queria ver a vossa prestação a tentar interpretar o papel de uma figura imaginária que se veste como um maltrapilho e tem um penteado de gaja!!!

Eu não quero ver a Merkel nua !!!!

Anda para aí uma foto de umas mulheres nuas em que, alegadamente, uma delas será a Angela Merkel quando era mais nova.
 
Primeiro ponto: Eu não quero ver a Angela Merkel nua, qualquer que seja a idade dela!!!!
 
Segundo ponto: há tipos que nunca colocam imagens de mulheres nuas nos seus sites, blogs ou facebook, seja por pudor ou outra coisa qualquer, e que agora resolveram meter lá essa foto da Merkel. Isso é falta de timing rapazes!!!! e também de gosto, devo dizer!!! Com tanta mulher, vão logo escolher a Merkel para se estrearem (salvo seja!)???

26 de março de 2013

Páscoa - Declaração de interesses

Cumpre-me informar que na Páscoa não irei nem para a neve, nem para o Brasil, nem para Cabo Verde, nem sequer para as Filipinas ser crucificado, para onde parece que vão todos os portugueses, incluindo aqueles que vão para manifestações queixar-se de que isto está muito mal e que se continuar assim qualquer dia nem têm para comer.
 
E que também não vou para a terra dos meus avós porque isso, em princípio e de acordo com a tradição cristã, seria provavelmente o Céu, o que não me ficava nada em mão neste momento.
 
Resta-me ficar em casa a assistir à chuva bater nos vidros e a ver aquele português a fazer de Jesus Cristo numa série de sucesso norte-americana (os portugueses são sempre os maiores lá fora! aqui somos sempre uns preguiçosos labregos!)

Novo Destino Férias

Portugal tem um novo destino de férias de Verão.
 
Depois de mais ou menos 200 anos a tentarem requalificar a zona, a zona da Ribeira das Naus já é transitável pedonalmente.
 
Fizeram um passeiozinho, umas árvores e uma rampa a recriar uma praia fluvial. Tudo isto demorou obviamente 400 anos porque eram obras muito complexas (penso que até terá demorado mais tempo que a ligação metropolitana entre o Cais Sodré e Santa Apolónia, mais conhecida como O Fluviário.

As agências de viagens já estão malucas com este novo destino de praia!!! Espero que dê para espetar guarda-sóis e que seja uma praia vigiada. Agora só falta colocar no Terreiro do Paço aquelas bancas onde se vendam bóias, colchões e atoalhados, bem como criar esplanadas que se transformam em bares de chill-out ou lounge a partir das 19h.

Vai ser uma loucura este Verão!!! Parecendo que não, vindo pela Linha de Sintra deve ficar mais em mão vir para esta praia do que ir para Carcavelos ou Santo Amaro!! A Ribeira das Naus vai parecer o Mussulo ou a Ilha do Cabo... Já Carcavelos vai finalmente parecer Estocolmo ou, na melhor das hipóteses, a Costa da Caparica.

21 de março de 2013

Vamos fazer uma petição para pedir o fim das petiçõe!!!

As petições online têm o condão de poderem ir da coisa mais natural do mundo até à mais absurda.
 
E hoje há uma tendência para peticionar o que quer que seja: não matem o zico!, não ponham gelo no uísque que estraga!, não ponham o Rojo a jogar a defesa esquerdo! (só falta uma petição a pedir que não façam mais petições).

Realmente é fácil: cria-se uma petição na net e a malta vai lá deixando o nome, normalmente as mesmas pessoas que nunca deixam o nome nas assembleias de voto.

Agora, assim que surgiu a notícia de que José Sócrates iria fazer comentário político na RTP, logo uma horda de indignados vieram a terreiro exigir (sim, porque normalmente exigem! raramente pedem) que Sócrates não fizesse esta presença porque a RTP " é paga com dinheiros públicos dos contribuintes que sofrem do resultado da má gestão deste senhor".
 
Duas questões aqui a abordar:

a) é lógico que a RTP é paga com o dinheiro dos contribuintes, mas não vejo ninguém a exigir o fim da presença do Malato na televisão pública ou da série Sinais de Vida õu do Preço Certo ou do Baião. Se todos nós parece que temos um crítico de televisão dentro de nós, também é certo que todos temos um comando de televisão no sofá. Eu também não gosto da Antena 2, que é paga por todos nós, mas o serviço público tem de ser o mais abrangente possível mesmo que isso represente algum lixo;

b) o argumento de que quem eventualmente teve uma má gestão enquanto governante não possa aparecer na RTP seria realmente espectacular. Aplicado a todo o espectro político reduziria o tempo do Telejornal em cerca de 58 minutos dos 60 actuais permitindo o investimento em programas de jeito (ou então, em programas do Malato de encher chouriços durante oa tais 58 minutos perdidos). Aliás, provavelmente nem haveria Telejornal porque estas pessoas também deverão achar gestão danosa os 15 ou 20 mil euros que recebe o apresentador do Telejornal.

Com a crise, pede-se aos cidadãos um contributo e uma voz mais activa na sociedade - a chamada cidadania. No entanto, as pessoas em vez de enveredarem por esse caminho escolhem aquele mais simples que é o da ditadura de ideias. E isto sim é preocupante, porque para uma ditadura normalmente é necessário um ditador.

Jeremy Irons, CP, Lisboa e afins

Com a quantidade de greves que os trabalhadores da CP nos têm infligido (sim, a partir de um certo número deixa de ser direito à greve para passar a ser um massacre aos utentes que pagam um passe que não utilizam grande parte do mês), não preciso de ir ao cinema para perceber que este filme se deve resumir a um plano fixo do Jeremy Irons, durante cerca de duas horas, na gare de Santa Apolónia à espera de um comboio que nunca mais chega.
 
Este pelo menos seria o meu argumento para este filme. Silêncio, um homem parado, um plano fixo de Irons com um relógio por cima. E na última cena ele gritaria, num português com sotaque britânico, um esclarecedor "Foda-se!!!!", com o eco a fazer-se sentir na estação... "da-se.... da-se... da-se... da-se..."

Esta sim seria uma justa homenagem ao mundo ferroviário nacional actual.
 
Deêm-me 500 euros para uma handy-cam e 1 milhão de euros para pagar o Jeremy Irons e eu faço este filme.

20 de março de 2013

Ti-ei-pi

A desconvocação da greve da TAP representa duas coisas:

a) mais uma perda de poder da Administração, reveladora de quem manda naquilo são essencialmente os pilotos;

b) não existindo greve, praticamente todos os efeitos da mesma se vão sentir porque não existe margem de tempo ou disponibilidade das pessoas para reactivarem novamente as suas reservas iniciais;

Ou seja, não há greve mas é como se houvesse!!! É nestas alturas que desejava que tivessem vendido a empresa ao aldrabão...
 

Memorando

Vítor Gaspar, o maior especialista do mundo em Excel e em engonhar com conversa mole, afirmou que o memorando da troika estava mal desenhado desde o início.
 
Realmente parece-me que isso até o Stevie Wonder conseguia ver.

PS: imagem exclusiva do desenho do memorando aplicado em Portugal

18 de março de 2013

Hoje somos todos cipriotas !!

As recentes medidas no Chipre, para fazer face à crise económica e financeira, é bem revelador do que nos espera, a nós europeus, a nós europeus oriundos de países periféricos.
 
Não existem realmente planos de recuperação ou de sustentabilidade económica futura. O que existe na realidade, por parte de Uniões Europeias, FMI's, BCE´s, autonomamente ou alinhados em triunvirato, são medidas avulsas, sem qualquer carácter económico-financeiro real para além daquele que significa mexer em dinheiro.

A recente taxação dos depósitos a prazo de 6% a 10% no Chipre, com o bloqueamento de movimentação de contas, tal como em Portugal com a redução de salários e reformas, representa não mais do que, não um cativação, não um furto, mas sim um roubo, e diria até um colossal roubo às pessoas (em Portugal os irmãos Metralha liderados pela dupla Gaspar&Coelho ainda não se haviam lembrado desta ideia peregrina, embora tivesse havido uns ameaços com o aumento da tributação sobre os juros dos depósitos).

Os políticos e governantes desta Europa defunta, não conseguindo amelhar com a subida de impostos (quem paga imposto desempregado? quem consome quando já pouco tem?), vão roubá-lo às poupanças das pessoas ("o quê? os gajos em vez de consumirem estão a poupar? já os lixamos?").

Para não falar do efeito que poderá ter no mercado financeiro cipriota (quando puderem mexer nas contas sabe-se lá o que poderá acontecer, desde o agravar da crise financeira até ao colapso total do sistema bancário). E veremos o efeito de repetição que isso poderá ter nos mercados bancários dos outros países que estão a ser supostamente "ajudados" (Grécia, Portugal, Espanha, Irlanda).

Vivemos numa ditadura económica. Numa ditadura dos números. Numa ditadura da folha de Excel.

15 de março de 2013

É sempre em frente !! Não tem como se enganar !! Straight !! Straight !! Straight !!

A troika veio cá, apanhou umas agradáveis temperaturas, comeu um belo peixe, saboreou um excelente vinho, olhou para os números e previsões completamente errados do Excel do Gaspar, constatou a realidade sócio-económica do país e, no fim, concluiu:

Portugal está no bom caminho !!!
 
Mas decerto que não será um bom caminho para os Portugueses. Ou então Portugal está no bom caminho, mas infelizmente parado (é o mesmo que estarmos na auto-estrada para o Algarve mas sempre parados em Almada... vai servir-nos de muito!)
 
Portugal está no bom caminho !!!
 
Reduções salariais ! Desemprego a caminhar para os 20% ! Medo instalado ! Penosidade social ! Precariedade laboral ! Aumento brutal de impostos !!

Portugal está no bom caminho !!!

Só se for no caminho para o Recycle Bin.
 
Are you sure you want do permanently delete these country?
Yes please !! Be my guest !!

O Papa é o nosso pai !!

Os primeiros tempos do Papado são sempre marcados pela percepção, por parte dos fiéis, da sua humildade.

Tudo o que o novo Papa faz é um sinónimo de grande humildade.

O Papa vai à missa no autocarro do Vaticano com os outros cardeais em vez de ir no Papamóvel... é muito humilde! (imaginem se fosse de transportes públicos ou a pé!!).

O Papa começa o seu discurso com um a piada ou frases mais leves... é muito humilde!! isto porque quer chegar ao povo...

O Papa acena à multidão... sinal de humildade! (se calhar estavam à espera de um manguito)
 
Tudo o que rodeia o Papa nestes primeiros tempos é uma demonstração clara da humildade do senhor, o que revela que foi uma excelente escolha (apesar de nunca ninguém ter ouvido falar nele!!! nunca ter estado nos possíveis candidatos!!! até na RTP, quando foi anunciado o seu nome, gerou-se um silêncio demonstrativo de que se viraram uns para os outros e em surdina diziam "quem?" enquanto procuravam na lista dos 115 cardeais o nome anunciado).
 
Os fiéis tratam os papas como extraterrestres. Por um lado parece-me estranho numa religião que diz que somos todos iguais. Por outro lado, parece-me até normal, atendendo que a maior parte dos dogmas da Igreja não são mais do ficção científica.

A não ser que os fiéis estejam sempre à espera de um Papa que no discurso inicial os mande todos à merda, peça como viatura oficial um Papaferrari ou um Papalamborghini e troque a Prada pela Louis Vuitton (deveria ser uma marca italiana mas o Dolce & Gabanna são 2 rabetas).

Para aqueles que estão sempre a criticar os supostos fanáticos do futebol, peço só uma coisa... vão ao Vaticano e depois falamos...

13 de março de 2013

Habemus Papam !!

Habemus Papam !!

Ao contrário de todas as previsões, o Papa escolhido foi um argentino. Pela primeira vez nos últimos tempos, houve uma previsão falhada que não é, até pelo menos ao momento em que escrevo isto, da autoria de Vítor Gaspar.

Bergoglio é igualmente um dos poucos argentinos a vir para a Europa nos últimos anos sem passar primeiro pelo Benfica, embora Jorge Jesus já o tivesse bem referenciado.

Agora o aparecimento do novo Papa à janela pareceu-me um pouco apagado. Começou logo com Avé Marias e Pai Nossos, ou seja, mal chegou e já precisa de rezas. As pessoas presentes na praça também me pareceram um pouco desiludidas e/ou surpreendidas já que em nenhum momento entoaram um bem propositado "E salta Francisco! / E salta Francisco! / Olé! Olé!" ou até um "E quem não salta é herege!!"

Enfim, depois de Diego Armando Maradona e de Lionel Messi, este é o argentino que mais perto estará de Deus. E mais uma vez se confirma que afinal Deus não é mesmo brasileiro.

 

Cristianos Duplos

O último anúncio de Cristiano Ronaldo (não o da "comichon" e da "olzedade", mas para uma instituição bancária que está constantemente a ser investigada nos últimos tempos por supostas aldrabices) mostra 2 Cristianos a falar e a correr ao lado um do outro (na parte do falar estou a tentar sacar da net as legendas porque não se percebe nada).

A dado momento um dos Cristianos acelera o passo e deixa o outro para trás.
 
Para aqueles que ainda não tenham percebido, só para informar que aquele que corre mais é o do Real Madrid. O outro, o lentinho, é obviamente aquele que joga na Selecção Nacional.

12 de março de 2013

Conclave

As horas até começar o Conclave são sempre agitadíssimas. Os Cardeais multiplicam-se em actividades religiosas como despedirem-se dos seus fiéis via chamadas, sms, twitter, facebook como se fossem para a Casa dos Segredos 3 meses numa gruta remota de Khandahar. Curiosamente a maior parte dos fiéis com quem contactam são normalmente jornalistas.

O dia do Conclave é normalmente passado assim:

07:00 - Acordar.

07:01 - Acordar o Carlinhos.

07:05 - Oração para expulsar o pecado.

07:10 - Tomar banho para expulsar o pecado.

07:30 - Dar banho ao Carlinhos
 
07:45 - Oração para expulsar o pecado.

08:00 - Ajudar o Carlinhos a sair sem ser visto.

08:05 - Oração para expulsar o pecado.

08:30 - Pequeno-almoço

09:00 - Reforço do pequeno-almoço (devem pensar que eles são gordos por causa da tiróide, não?)

09:30 - Missa

10:30 - Recepção ao Conclave (distribuição de cartões, dossiers e definição de quem-fica-com-quem relativamente às crianças visitantes)

11:00 - Período livre para combinarem votações (não convém eleger ninguém à primeria porque isso gera pouca publicidade televisiva) e colocarem a conversa em dia acerca das crianças mais gostosas

11:30 - Período livre para assédio homossexual.

12:00 - Almoço

13:00 - Digestivos

14:00 - Digestivos

15:00 - Digestivos (é preciso ir tocado para a seca que se aproxima e para invocar mais facilmente o Espírito Santo, o lá de cima, não o da Avenida da Liberdade ou de Cascais)
 
15:50 - Últimos telefonemas e sms para as criancinhas ("posso não ser Papa mas vou-te papar... lol")
 
16:00 - Início do Conclave

9 de março de 2013

Conclave !!! Vou já meter férias para ver os directos na tv e net!!!

É já na próxima terça-feira que se reúnem no Vaticano, no âmbito do Conclave, uma série de cardeais, muitos já de provecta idade, para decidirem ''apenas'' a escolha do representante de deus/Deus na Terra.

 

Curioso, como deus/Deus, sendo omnipresente e todo poderoso/Todo Poderoso, não consiga iluminar o escolhido/Escolhido, tendo de convencer uma maioria (já nem falo em unanimidade), e provavelmente nem à primeira.

 

Mas isto sou eu a falar, uma espécie de ateu agnóstico próximo do herege. Será que um ateu pode ter opinião sobre o mundo religioso, uma vez que não é possuidor da chamada fé religiosa? (quer dizer, eu sou crente em Jesus há quase 4 anos, mas acho que na quinta-feira passada poderia ter sido mais ousado na táctica).

 

Claro que um ateu pode ter opinião, na exacta medida e a partir do momento em que a Igreja e/ou Religião insistem interruptamente em querer entrar na vida das pessoas.

 

Aquilo em que eu não tenho opinião formada é sobre quem seria o Papa ideal para os tempos que correm. Não entro naquela demagogia parola de que deveria ser um preto ou um chinoca só porque sim, Ou um chinoca preto. Ou até um mulher chinoca preta.

 

Faz-me lembrar a primeira eleição de Obama nos EUA, a qual teve também este exotismo ideológico. Era giro ter um presidente preto. Ou então até poderia ser a Hillary Clinton, uma gaja!
De repente, os defensores do "exotismo porque sim", nomeadamente os democratas norte-americanos, andavam constantemente molhados tal o seu entusiasmo com os seus candidatos às Primárias: um preto e uma gaja! Só faltou um leão da rodésia para o exotismo ser perfeito.

 

A Igreja Católica dos nossos tempos divide-se entre um conservadorismo primário, um fundamentalismo atroz e uma modernidade camuflada. Veremos se, no meio termo, se encontra alguma pessoa de jeito. Seja preto ou branco. Italiano ou filipino.

8 de março de 2013

Dia Internacional da Mulher

Para ser o mais honesto possível, o Dia Internacional da Mulher sempre me fez alguma confusão.
 
Acho que em vez de promover efectivamente a Mulher, é uma dia internacional que acaba por ficar colocado para aí entre o dia da Doença Pulmonar e o dia do Sono. O que acaba por ser muito redutor para a Mulher.
 
O meu argumento é: não devemos discrimiar por raça, género, credo religioso, etc em qualquer situação. Se assim fosse qualquer dia teríamos o dia do Hindu, o dia do Jeová, o dia do Preto, o dia do Branco. E não me venham com a história da discriminação positiva que é das coisas mais absurdas que se vão ouvindo por aí (como é que a discriminação pode ser algo positivo).
 
E todas as actividades que grassam por aí são disso testemunho. Parece que hoje é que se têm de realizar todas as actividades que falem da Mulher. Colóquios, corridas, concertos, tudo só e com mulheres como se de repente se criasse um gueto e amanhã acabasse o universo. E o resto do ano nada...
 
E já nem vou pelo argumento de que não há dia do Homem, já que as respostas tontas acabam inevitavelmente com um "Dia do Homem é todos os dias!!!" e, mais à frente, com outro cliché típico do tipo "Os homens são todos iguais", o que num livro de Margarida Rebelo Pinto é traduzido normalmente por "Os homens são todos uns cabrões".
 
É muito difícil avaliar se o papel das mulheres na sociedade tem ganho cada vez mais relevância (e eu espero que sim!). Mas comparar mulheres europeias com asiáticas ou africanas continua a ser um exercício extremamente demagógico.

Curiosamente em alguns países africanos, como Angola, hoje até é feriado oficial. Os homens africanos adoram as mulheres!! Infelizmente, na maior parte dos casos, costumam apreciar especialmente as mulheres dos outros...

Em cada um de nós há um cavalo de corrida...

Primeiro foi a carne de cavalo nos hamburguers, almondegas, lasanhas..
 
Depois foram as tartes de chocolates do Ikea como matéria fecal, ou seja, caca... percebe-se agora porque é que eram de chocolate...
 
Agora parece que a carne de cavalo que finge ser vaca e se enconde nos hamburguers, almondegas e lasanhas parece esconder também medicamentos proibidos...
 
Isto parecem aqueles bonecas russas - matrioskas - donde vão saindo bonecas mais pequenas... temos uma lasanha, e agora abrimos e sai carne de cavalo... e agora abrimos a carne de cavalo e sai um medicamento para espevitar os cavalos de corrida...
 
A Deco diz que não existe perigo real de saúde pública, mas apenas potencial (eu acho que só existe perigo se as pessoas começarem a beber directamente das sanitas ou se forem encontrados vestígios de mioleira de Miguel Relvas no circuito alimentar).

Ainda bem que os controlos definidos pela União Europeia são tão apertados e rigorosos... olha se não fossem!!!
 
Agora, agora, agora, agora, tu és um cavalo de corrida !!
Agora, agora, agora, agora, tu és um cavalo de corrida !!

Uma vez vi Cavaco num daqueles filmes mudos e pensei... mas que actor genial !!

Cavaco Silva, esse génio dos filmes mudos, vai publicar um livro em que no prefácio vai escrever coisas muito importantes acerca da crise e da forma de actuar de um presidente nesses tempos.
 
O livro, dizem, é sobre as intervenções mais significativas que produziu nos dois anos do seu segundo mandato.
 
Ou seja, é um livro com um prefácio e depois cheio de páginas em branco onde podemos fazer anotações, copiar receitas,fazer desenhos e jogar à forca...
 
Mais que um livro parece-me que será mais tipo agenda ou caderno de notas... uma espécie de Cavakeskine...
 
PS: foto roubada do próprio portal do professor no Facebook, a ferramenta ideal para fazer comunicações aos Portugueses... muito poética e representativa do estado actual... os portugueses como uma imagem difusa e lá ao fundo, bem fundo, está Aníbal no seu estilo altivo como quem repreende o povo "Não me chateiem car*****! A minha reforma também mal dá para eu comer"